Tags

, , , , ,

Eu nunca fui muito de achar que uma simples mudança de datas fosse fazer alguma diferença de fato na minha vida. E a gente sabe que não vai. Mas depois de um tempo, eu passei a considerar a vida como um ciclo e a colocar os meus atos para se desenrolarem nesses ciclos. Algo que marque um início ou fim, que me dê um norte.

Pois bem, nessa de início e fim, marquei 2014 pra tomar algumas atitudes que podem fazer a diferença na minha vida. Aqui seguem algumas delas:

1. Beber mais água.

copo-de-agua1

Parece fácil, né? Rs. Mas quem disse que eu gosto de água? Eu sou A desidratada, bem. Rs. Mas sei que faz bem pra saúde. E como faz. Então eu tenho que aprender. Beber 2 litros de água por dia, nem que seja como remédio.

2. Voltar a ler.

habito da leitura

Disso eu gosto. Sempre gostei!Mas existe uma coisa muito chata e incomoda chamada falta de vergonha na cara preguiça que as vezes impede a pessoa de fazer até as coisas que gosta. Pois é. Esse foi o meu ano de não ler. Li 3 livros. O que me incomoda demais, porque eu sinto meu vocabulário e meu cérebro atrofiando. Me sinto alienada e menos inteligente. E é isso mesmo que acontece, né? Seguindo o conselho de um grande amigo meu, esse ano eu vou contabilizar. É a melhor forma de a gente não perder o incentivo.

3. Caminhada.

caminhada

 

Pois é. No ano passado eu estava me prometendo academia assim que concluísse a faculdade. Mas agora é oficial: eu não quero malhar. Rs. Eu fico imaginando aquilo e não vejo sentido ou utilidade e além do mais, acho que não teria disposição pra ficar fazendo algo que me faz sentir dor e cansaço. Claro que eu sei que caminhar também me causará dores logo no início e cansaço durante muito tempo, mas acredito que será mais prazeroso, pois estarei ao ar livre, observando as coisas, sem sentir catinga cheiro de suor de ninguém. Então eu acho que se eu quero ter uma vida saudável e sem torturas, caminhada é a melhor opção.

4. Fluência em outro idioma.

idiomas

 

Eu sou muito, muito burra curiosa quando o assunto é aprender outros idiomas. Eu acabei de me licenciar em língua inglesa, tenho uma boa audição pra línguas latinas, principalmente para o espanhol e uma curiosidade sem fim pro lado do francês. Mas nada disso eu sei, de fato, falar. Então resolvi ganhar fluência em um idioma. E já que eu estou licenciada, porque não no inglês? Me matriculei num curso. Vou me empenhar e quem sabe não vem por aí outra língua depois? 😉

5. Alimentação saudável.

alimentação-saudavel

 

Me descobri alérgica a muita coisa. Em grande parte, alimentos. Agora alimentação pra mim virou prioridade não apenas pra ter uma vida mais longa e feliz, mas também mais prazerosa, pois eu não mereço passar o resto dos meus dias inchando e penicando. Então, né? Além de um corpitcho super saudável, eu quero me sentir confortável. Se a gente não muda pelo amor, muda pela dor. No meu caso foi a segunda opção…

6. Música de qualidade.

musica-dog1

 

Pois é. Descuidei das leituras, fiquei vulnerável a tudo que é peurcaria (rs) musical que aparece por aí. Vou limpar meus olhos e meus ouvidos com a vantagem de nenhuma dessas duas coisas ser sacrifício nenhum pra mim. Eu gosto de música boa, eu gosto de ler, o problema é que a gente também aprende a gostar de ter preguiça.

 

 

Então! Viu? Nem vai doer! É só focar num 2014 melhor que 2013 e ter força de vontade pra mudar algumas posturas. Não é radicalizar, é viver melhor. E são ideias. Agora é me esforçar pra por tudo em prática!

E pra vocês, um feliz e ótimo 2014, cheio de realizações e de atitudes pequenininhas, mas que lá na frente vão causar diferenças enormes na vida de vocês!

Anúncios